Pular para o conteúdo principal

cuidado com a minha máscara, ela pode espetar a sua.



J.Krishnamurti - 5º - Existe o cérebro inconsciente? - "A Transformação do Homem"

quem inventou o inconsciente? Você está cônscio do seu inconsciente? are you aware of that?

i am aware of a aspect of myself!

Dr Bohm responde que existe coisas que fazemos que não sabemos a origem.

K. define o inconsciente como algo escondido, algo que tenha ficado para trás. E o Dr. psicólogo dá boas explicações do inconsciente.

A pergunta do K. é, porque dividimos o inconsciente? Essa própria divisão é fragmentação. Diz Freud que certos materiais são tornados inconscientes pelo cérebro porque são extremamentes pertubardores. Então, o cérebro mantêm assim para evitar encarar os fatos. A palavra inconsciente já determina uma separação. Outra forma de descrever é que determinado material é simplesmente evitado. A mágoa permanece. É possível viver sem nunca ser ferido? Viver com tudo o que está à sua volta, sem nunca, nunca ser ferido? K. diz, quanto mais sensível você é, mais aware (cônscio) e com mais feridas e mais recolhimento. Eu tenho uma imagem de mim mesmo, alguém vem e espeta essa imagem! É essa imagem que tenho de mim mesma que é ferida.

"Eu estou ferido, minha imagem, minha autoimagem está ferida. Se você tem uma imagem que te possa dar prazer, essa imagem também dará dor. O próprio mecanismo que torna o prazer possível, também torna a dor. Elas dizem eu não deveria ser assim, porque eu sou a imagem. E quando eu descubro que não sou a imagem, digo eu não deveria ser assim porque sou de fato a imagem. O valor de tupo depende desta auto-imagem estar correta. Estamos sempre dando nova forma à imagem. Toda a personalidade é atingir essa imagem.

Todo ser humano tem uma imagem de si mesmo da qual está incônscio. Todas as suas ações são dirigidas a "precisar ter essa imagem"

Como a imagem surge? A origem de fazer imagens sobre si mesmo. E se eu nunca criar imagens? Se não há autoimagem, não é possível ter dor.

O que há de mais profundo na separação entre pais e filhos além da situação sociológica, econômica, política?

Pergunta K. se é porque os pais tem uma imagem de si mesmo e insistem em criar uma imagem nas crianças? Então a criança se recusa a aceitar àquela imagem, mas ela própria tem a sua.

Não há relação errada, ou é uma relação ou nada!

A relação é entre as imagens, portanto uma fantasia. Portanto, não há contato de fato, é apenas uma interação entre papéis. Enquanto esses papéis, ou enquanto minha imagem não é ferida, tudo está bem, me dá prazer, no momento que minha imagem é espetada eu explodo em dor. É uma fantasia de relação.

Se você tem uma imagem, está preso. Enquanto tem uma imagem de si mesmo você não tem uma relação com ninguém!

Se a criança é negligenciada, levanta o Dr. Psiquiatra, biologicamente, nesse processo ela pega uma imagem. É a imagem que faz os pais negligenciarem a criança. Se eles tem uma imagem de si mesmos, negligenciarão as crianças e ao negligencia-las, estarão transmitindo a "idéia de negligencia".

O conteúdo da consciência compõe a consciência. O principal conteúdo, movimento da consciência é criar imagens.
Ser ferido é condição de todo ser humano. Pode essa ferida ser curada e ele nunca mais ser ferido? Pode a mente humana que aceitou uma imagem, colocar de lado essa imagem completamente!!??

Quem é o criador de imagem, qual o mecanismo? É querer ser alguém, o sentimento de que está perdido, não pode confiar em nada, não ter mais nenhum apoio, gera mais desordem.

A imagem é produto do pensamento. Pode o pensamento parar?

Como está agora não existe amor no mundo, nenhum sentido de realmente cuidar de alguém (care for somebody). Qual a ação correta na relação? Impossível tê-la enquanto tem uma imagem.

Qual é a ação correta para um homem que tem uma imagem? Ou não há ação correta?

Se há pessoa permanece com o fato há uma transformação. eu vejo que enquanto existir imagem, enquanto existir esse processo de criação de imagem haverá guerra, dor, violência. Diz K. que é só isso. Eu não tento mudá-lo. Eu permaneço com o fato. O pensamento começa a interferir no fato, mais imagens vem. A nossa consciência está preenchida com essa imagem.

Se não há criação de imagem, então o que é consciência?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

quando começa?

Por onde começar? Começa pelo começo grita o papagaio que mora na minha cabeça. Mas onde é o começo?, pergunto. E o papagaio se cala. Afinal, ele só sabe repetir um punhado de frases prontas. O papagaio aprendeu que tudo que tem um fim tem um começo. O papagaio sabe que aquilo que nasce está fadado à morte.  Mas será possível a existência de algo que não tenha fim nem começo? É nos possível capturar o primeiro instante do surgimento de algo?  O que é nascer, o que é morrer? O que é o começo, e o que é o fim? Estamos nos últimos dias do ano de 2016. O papagaio aprendeu que isso é o fim de um ciclo, e o início de outro. Entretanto, quando o papagaio despertar na manhã do novo dia, ele continuará sendo o mesmo velho papagaio repetidor de passados, repetidor dele mesmo.  Para o papagaio não há fim, e portanto não há começo.

Castanha do Brasil

Sabonete de Castanha do Brasil A fórmula desse sabão é desenvolvida a partir do nobre óleo de castanha do Brasil prensado à frio. São essas propriedades exclusivas desse óleo que garantirão um cuidado extra na pele, promovendo uma grande hidratação e uma limpeza suave. Definidos os óleos vegetais que constituem a massa base do sabão, é a hora daquele grande momento. Os aromas! Aquele perfume vindo diretamente da natureza fornecido pelo uso exclusivo de óleos essenciais puros. Elaborou-se uma sinergia composta de três óleos buscando um perfume refrescante e estimulante: alecrim, eucalipto e citronela apresentam a sua magia. Além das propriedades aromatológicas (o cheirinho encantador), esses óleos ainda nos trazem outros benefícios. Óleo Essencial de Alecrim : Comprovadamente antibacteriano, o óleo essencial de alecrim ajuda a controlar a caspa e prevenir a queda de cabelos, é um ótimo tônico capilar. Por conta das doses elevadas de cineol age como adstringente,

Eu sou um sujo espelho que reflete você.

Há algo em mim que não seja simples repetição? O que chamo de eu, é essa vida condicionada, esse amontoado de imagens projetadas. Todo o movimento é mecânico, não há nada novo, não há eu, sou, unicamente, um amontoado de gentes com suas esperanças, medos, desejos, vontades, prazeres. Sou um nada, uma nulidade, um zero. Nada há de novo aqui. J.Krishnamurti - 4º - Sobre a criação de imagens - "A Transformação Homem" Porque os seres humanos vivem da maneira que vivem? Pode o ser humano permanecer psicologicamente sozinho? A principal razão de os serem humanos não realizarem uma radical transformação é o medo de não serem parte de um grupo (sentido de pertencimento). K. diz que só a partir dessa solitude pode-se cooperar. Diz Bohm que antropólogos perceberam que nos povos primitivos o sentido de tribo era muito forte, existe a segurança psicológica de estar na tribo. Quando se é tirado do grupo, a pessoa se sente perdida, pois já não sabe quem é. A maior punição que u